×

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE FÍSICA POR MEIO DO TESTE DE CAMINHADA DE SEIS MINUTOS EM PORTADORES DE DPOC ANTES E APÓS INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA

Edição:

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE FÍSICA POR MEIO DO TESTE DE CAMINHADA DE SEIS MINUTOS EM PORTADORES DE DPOC ANTES E APÓS INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA

RESUMO

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é caracterizada pela obstrução ou limitação crônica de fluxo aéreo, e a reabilitação pulmonar (RP) corresponde a uma terapia que procura devolver a esses pacientes maior capacidade funcional, sendo a intervenção fisioterapêutica um componente essencial da RP. O teste de caminhada de seis minutos (TC6’) é utilizado como uma forma prática para avaliar a capacidade física de portadores de DPOC após programa de treinamento. Este estudo teve como objetivo evidenciar possíveis alterações na capacidade física do indivíduo com DPOC após a intervenção fisioterapêutica por meio do TC6′. A amostra foi constituída de 37 pacientes com DPOC com idade média de 64,29 anos (+ 10,29), avaliados pelo TC6’ e pelo teste incremental sub-máximo em cicloergômetro. Participaram de um programa de intervenção fisioterapêutica de 8 semanas, 2 vezes semanais com duração de 50 minutos e posteriormente reavaliados. As médias das distâncias percorridas no TC6’ antes e após o treinamento foram respectivamente de 152,86 m e 250,0 m, não havendo diferença estatística (p=0,138). No entanto, houve um aumento médio de 97,14 metros da distância percorrida após intervenção. Foi notada uma significativa redução da FC (p=0,03) no teste incremental em cicloergômetro após intervenção. Constatou-se melhora na capacidade física desses pacientes após a intervenção terapêutica.

PALAVRAS-CHAVES: doença pulmonar obstrutiva crônica; teste de caminhada; reabilitação.

ABSTRACT

The Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD) is characterized by chronic airflow obstruction or limitation, and pulmonary rehabilitation (PR) corresponds to a therapy that requires returning patients with greater functional capacity, with therapeutic physiotherapy being an essential component of PR. The six-minute walk test (6MWT) is used as a practical way to assess the physical capacity of COPD patients after the training program. This study aimed to highlight possible changes in the physical capacity of the individual with COPD after a physical therapy intervention using the 6MWT ‘. A sample was selected for 37 COPD patients with a mean age of 64.29 years (+10.29), being applied by the 6MWT and by the incremental test below the maximum on the cycle ergometer. Participated in an 8-week physical therapy intervention program, twice a week lasting 50 minutes and subsequently reassessed. As the distance media covered in the 6MWT ‘before and after training were respectively 152.86 m and 250.0 m, with no statistical difference (p = 0.138). However, there was an average increase of 97.14 meters in the distance covered after the intervention. A significant reduction in HR (p = 0.03) was noted without incremental testing on the cycle ergometer after the intervention. There was an improvement in the physical capacity of these patients after a therapeutic intervention.

KEY-WORDS: pulmonary disease chronic obstrutive; walk test; rehabilitation.

Sobre o Autor:

Evaluation of physical capacity through the six minute walking test in COPD holders before and after physiotherapic intervention.

Taynara Souza Silva1, Kelyane Karyne da Silva Neto1, Marcelo Gomes Judice2,

Renato Canevari Dutra da Silva3.

1 – Acadêmica da Faculdade de Medicina da Universidade de Rio Verde – UniRV, Rio Verde, Goiás, Brasil.

2 – Professor Adjunto da Universidade de Rio Verde – UniRV, Rio Verde, Goiás, Brasil.

3 – Fisioterapeuta do Hospital Municipal Universitário de Rio Verde e Professor Adjunto da Universidade de Rio Verde – UniRV, Rio Verde, Goiás, Brasil.

Autor Correspondente:

Renato Canevari Dutra da Silva

Endereço: Rua RC 11, Qd. 09, Lt. “C”, Residencial Canaã, Rio Verde-GO, CEP: 75909-690;

e-mail: [email protected]