×

Cesariana e Doenças Respiratórias nos Recém-Nascidos: Revisão de Literatura

Edição: ,

Cesariana e Doenças Respiratórias nos Recém-Nascidos: Revisão de Literatura

Cesarean section and respiratory diseases in newborns – A review

Aparecida Crislaine de Souza1, Gisela Rosa Franco Salerno2, Marcelo Fernades3

Resumo

A adaptação à vida extra-uterina, ou transição fetal-neonatal, é um processo biológico complexo que envolve modificações funcionais em todos os órgãos e sistemas do recém-nascido (RN), permitindo-lhe viver separado da unidade útero-placentária. Essa adaptação inicia-se juntamente com o trabalho de parto, ocorrendo principalmente durante a passagem do feto pelo canal vaginal. O objetivo do estudo foi analisar a relação da cesariana eletiva com as morbidades respiratórias no neonato, por meio de uma revisão de literatura entre 2000 a 2010. A pesquisa foi feita utilizando consulta a artigos científicos nacionais e internacionais nas seguintes bases de dados lilacs, medline, scielo e Periódicos CAPES. Foram encontrados 6 artigos identificando que bebês nascidos por meio de cesariana apresentam: menor índice de Apgar no primeiro minuto, hipertensão pulmonar persistente, taquipnéia transitória do recém-nascido, insuficiência respiratória e uma maior taxa de internação na UTI. Conclui-se que o parto cesariano está relacionado com maior morbidade respiratória neonatal em comparação com crianças nascidas por parto vaginal.

Palavras-chave: morbidade neonatal, parto normal, cesárea, índice de apgar.

Abstract

Adaptation to extrauterine life, or fetal-neonatal transition is a complex biological process involving functional changes in all organs and systems of the newborn (NB), allowing you to live apart from the uteroplacenta unit. This adaptation begins with the labor, occurring mainly during the passage of the fetus through the birth canal. The aims of this study was examining the relationship between cesarean section with respiratory illnesses in newborns, through a literature review from 2000 to 2010. The results identified that babies born by caesarean section have: Lower apgar scores in the first minute, pulmonary hypertension and transient tachypnea of the newborn, respiratory insufficiency and a higher rate of ICU stay. It is concluded that the cesarean delivery is associated with more neonatal respiratory morbidity compared with infants born by vaginal delivery.

Keywords: neonatal morbidity, normal delivery, Cesarean, Apgar score.

Sobre os Autores

Recebido: 03/2012
Aceito: 04/2012
Autor para correspondência:
Aparecida Crislaine de Souza
Fone para contato: (11) 4163-2890
Email: [email protected]