×

CORRELAÇÃO ENTRE IDADE, INCAPACIDADE E MEDO E CRENÇAS SOBRE TRABALHO E ATIVIDADE FÍSICA EM INDIVÍDUOS COM DOR LOMBAR CRÔNICA NÃO ESPECIFICA.

Rafael Iotti Blasi1, Jonatas de Oliveira Bortolo 2, Bruno Cimatti3

1 – Fisioterapeuta pós grauado em Traumato Ortopedia e Esportiva pela Faculdade Inspirar

2 – Fisioterapeuta graduado pela Universidade Paulista

3 – Docente Dr. da Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP

Autor para correspondência:

Rafael Iotti Blasi.

Rua João Fernandes Vieira,412. Natal Merli. São José do Rio Pardo – SP. 13720-000.

E-mail: [email protected]

Edição: ,

CORRELAÇÃO ENTRE IDADE, INCAPACIDADE E MEDO E CRENÇAS SOBRE TRABALHO E ATIVIDADE FÍSICA EM INDIVÍDUOS COM DOR LOMBAR CRÔNICA NÃO ESPECIFICA.

RESUMO

Dor lombar crônica é um sintoma comum que será presenciado por cerca de 75% da população mundial. Em sua maior parte, possui caráter multidimensional, não tendo uma causa especifica, comprometendo a parte física, emocional e social do indivíduo, classificada como dor lombar inespecífica. O objetivo dessa pesquisa foi mensurar através de ferramentas validadas a incapacidade física e o medo e crenças em relação a atividade física e trabalho em pacientes com dor lombar crônica. Trata-se de uma pesquisa analítica com amostra proveniente da base de dados de outras duas pesquisas. A primeira pesquisa (P1) contém uma amostra de 30 participantes com coleta de dados no ambulatório de fisioterapia da prefeitura de São José do Rio Pardo/SP. A segunda pesquisa (P2) contém uma amostra de 22 participantes com coleta de dados realizada na clínica escola de fisioterapia da Universidade Paulista (UNIP) da mesma cidade. Foi selecionado uma amostra de 52 indivíduos, sendo 18 sexo masculino e 34 do sexo feminino com idade média de 42,8 anos. Foi realizado a correlação do coeficiente de Pearson (r) entre as variáveis idade, incapacidade física e medo e crenças sobre trabalho e atividade física dos dados unificados. Os resultados encontrados na pesquisa permitiram evidenciar que existe moderada correlação positiva estatisticamente significante ((r> 0,3 e r <0,6 com p<0,05) entre as variáveis idade, incapacidade física e medo e crenças sobre trabalho apresentado.

Palavras-chave: Dor Lombar, Fisioterapia, Medo.

ABSTRACT

Chronic low back pain is a common symptom that will be seen by about 75% of the world population. For the most part it has a multidimensional character, not having a specific cause, compromising the physical, emotional and social part of the individual, classified as nonspecific low back pain. The objective of this research was to measure, through validated tools, physical disability and fear and beliefs in relation to physical activity and work in patients with chronic low back pain. This is an analytical survey with a sample from the database of two other surveys. The first survey (P1) contains a sample of 30 participants with data collection at the physiotherapy outpatient clinic of the city of São José do Rio Pardo / SP. The second survey (P2) contains a sample of 22 participants with data collection performed at Universidade Paulista (UNIP) physiotherapy school clinic in the same city. A sample of 52 individuals was selected, 18 males and 34 females with a mean age of 42.8 years. Pearson’s coefficient (r) was correlated between the variables age, physical disability and fear and beliefs about work and physical activity from the unified data. The results found in the research showed that there is a moderate positive correlation that is statistically significant between ((r> 0,3 e r <0,6 com p<0,05) the variables age, physical disability and fear and beliefs about work.

Keys Word: Low Back Pain, Physiotherapy, Fear.