×

CUIDADOS COM O MEMBRO IPSILATERAL DE PACIENTES SUBMETIDAS À ABORDAGEM AXILAR POR TRATAMENTO DO CÂNCER DE MAMA PARA PREVENÇÃO DO LINFEDEMA: REVISÃO DE LITERATURA

Edição: ,

CUIDADOS COM O MEMBRO IPSILATERAL DE PACIENTES SUBMETIDAS À ABORDAGEM AXILAR POR TRATAMENTO DO CÂNCER DE MAMA PARA PREVENÇÃO DO LINFEDEMA: REVISÃO DE LITERATURA

RESUMO 

Introdução: O linfedema é uma das complicações pós-cirúrgicas decorrente do tratamento do câncer de mama e é definido como acúmulo excessivo e persistente de fluído e proteínas extra vasculares e extracelulares nos espaços teciduais, devido à ineficiência do sistema linfático. Devido a uma não padronização das orientações de prevenção ao linfedema sobre os cuidados com o membro ipsilateral esse estudo foi realizado. Objetivo: Verificar os cuidados utilizados para prevenção do linfedema em mulheres submetidas ao tratamento do câncer de mama e seus respectivos níveis de evidência, para posteriormente construir um material informativo para esta população. Métodos: Trata-se de um estudo de revisão de literatura sistemática, e para execução desta, foi realizada uma busca nas bases de dados, PubMed e SciELO, e no site do Instituto Nacional de Controle do Câncer, utilizando os descritores: Prevenção, linfedema e fator de risco, no idioma português e inglês. Resultados: Foram selecionados 16 estudos, nos quais há controvérsias sobre a medida de prevenção desta complicação, entretanto, observamos uma série de orientações citadas por autores como evitar peso, traumas, obesidade, recursos eletro termo foto terapêuticos e inatividade do membro. Vale ressaltar que ensaios clínicos randomizados que avaliaram fortalecimento muscular e ferimentos de pele não se associaram ao aparecimento desta complicação. Conclusão: Foi observado uma escassa quantidade de estudos relacionados ao tema, além disso, os resultados se apresentam contraditórios quando comparados entre si. No geral pode se concluir que a prevenção do linfedema ocorre através de uma série de cuidados que se iniciam a partir do diagnóstico do tumor, porém são necessários mais estudos do tipo ensaio clinico randomizado que justifique essas medidas de prevenção, pois estas impactam diretamente na qualidade de vida da mulher.

 

Palavras-chave: Prevenção, Linfedema e Fator de risco.

 

ABSTRACT

Introduction: Lymphedema is one of the post-surgical complications due to the treatment of breast cancer and is defined as excessive and persistent accumulation of extravascular and extracellular fluid and proteins in the tissue spaces due to the inefficiency of the lymphatic system. Due to non-standardization of lymphedema prevention guidelines on ipsilateral limb care this study was performed. Objective: To verify the care used to prevent lymphedema in women submitted to breast cancer treatment and their respective levels of evidence, and to subsequently construct an informative material for this population. Methods: This is a review of the systematic literature, and for the execution of this, a search was made in the databases, PubMed and SciELO, and in the website of the National Cancer Control Institute, using the descriptors: Prevention, lymphedema and risk factor, in Portuguese and English. Results: We selected 16 studies, in which there is controversy about the prevention of this complication, however, we observed a series of guidelines cited by authors such as avoiding weights, traumas, obesity, electrotherapeutic therapeutics and limb inactivity. However, it is worth mentioning that randomized clinical trials evaluating muscle strengthening and skin injuries were not associated with the appearance of this complication. Conclusion: A small number of studies related to the subject were observed, and the results are contradictory when compared to each other. In general, it can be concluded that the prevention of lymphedema occurs through a series of care that starts from the diagnosis of the tumor, but more studies of the type randomized clinical trial are necessary to justify these preventive measures, since these have a direct impact on the quality of the woman’s life.

 

Key words: Prevention, Lymphedema and Risk Factor.

 

Sobre o Autor

Larissa de Cássia Miniccele de Oliveira1; Amanda Estevão2; Alessandra Cristina Biagi3; Márcia Cristina Bauer Cunha4.

  1. Fisioterapeuta, residência multiprofissional de atenção ao câncer do Centro Universitário Saúde ABC
  2. Fisioterapeuta, docente do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Saúde ABC;
  3. Fisioterapeuta, vice coordenadora do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Saúde ABC;
  4. Fisioterapeuta, coordenadora do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Saúde ABC.

Autor correspondente:

Larissa de Cássia Minicceli Oliveira

Rua Carlos Ayres, 267 –  Bairro Independência . CEP 098600-065

Tel: 2897-2165

Endereço eletrônico: [email protected]