×

PERFIL CLÍNICO DOS PACIENTES ATENDIDOS PELO SETOR DE FISIOTERAPIA EM NEUROLOGIA PEDIÁTRICA DE UMA CLÍNICA PÚBLICA

Dyenifer Fernandes de Oliveira1, Augusto Cesinando de Carvalho2, Débora Toshimi Furuta1, Guilherme Yassuyuki Tacao3, Lúcia Martins Barbatto2

1-Discente do Programa de Pós-Graduação Lato Sensu em Fisioterapia. – Residência em Reabilitação Física pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” Campus de Presidente Prudente/SP
2-Docente do Departamento de Fisioterapia da Faculdade de Ciências e Tecnologia – Unesp. Presidente Prudente/ SP
3-Doutor em Fisioterapia da Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente/SP

Autor para Correspondência:

Dyenifer Fernandes de Oliveira

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Endereço: R. Roberto Símonsen, 305 – Centro Educacional, Pres. Prudente – SP, 19060-900

E-mail: [email protected]

Edição: ,

RESUMO

Por meio do diagnóstico clínico é possível identificar alguns distúrbios cinéticos-funcionais, elaborar os objetivos fisioterapêuticos e eleger recursos e técnicas mais adequadas. O objetivo foi analisar o perfil clínico dos pacientes atendidos no setor de neurologia infantil em uma clínica de fisioterapia. Trata-se de um estudo observacional, retrospectivo com análise estatística descritiva. A coleta de dados foi realizada por meio dos prontuários de pacientes atendidos no período de 6 anos (2013 a 2018). A amostra foi representada por 255 crianças, mediana de idade 25 meses, com um predomínio de meninos (60%). A idade média com que com as mães engravidaram (25,8±10,34 anos), já o nível de escolaridade foi igual ou maior que o ensino médio completo (60%). Dentre o diagnóstico mais incidente obtivemos o atraso motor e síndrome de down. Quanto ao tempo de tratamento a mediana foi 8 meses. Entender o tipo de criança atendida no setor cria uma via para a promoção de uma melhor assistência, norteando profissionais, docentes e estudantes.

Palavras-chave: Desenvolvimento Infantil; Fisioterapia; Neurologia; Perfil de saúde; Pediatria.

 

ABSTRACT

Through the clinical diagnosis it is possible to identify some kinetic-functional disorders, elaborate the physiotherapeutic goals and choose the most appropriate resources and techniques. The objective was to analyze the clinical profile of patients treated in the child neurology sector in a physiotherapy clinic. This is an observational, retrospective study with descriptive statistical analysis. Data collection was carried out through the medical records of patients seen over a period of 6 years (2013 to 2018). The sample was represented by 255 children, median age 25 months, with a predominance of boys (60%). The average age at which the mothers became pregnant (25.8±10.34 years), and the level of education was equal to or greater than high school completion (60%). Among the most incident diagnoses, we obtained motor delay and down syndrome. As for the treatment time, the median was 8 months. Understanding the type of child assisted in the sector creates a way to promote better care, guiding professionals, teachers and students.

Keywords: Child development; Physiotherapy; Neurology; Health profile; Pediatrics.