×

COMPARAÇÃO DO ENCURTAMENTO MUSCULAR E DA POSTURA DA COLUNA VERTEBRAL E PELVE ENTRE INDIVÍDUOS COM EQUILÍBRIO PADRÃO E DESEQUILÍBRIO POSTERIOR DO TRONCO

Edição: ,

COMPARAÇÃO DO ENCURTAMENTO MUSCULAR E DA POSTURA DA COLUNA VERTEBRAL E PELVE ENTRE INDIVÍDUOS COM EQUILÍBRIO PADRÃO E DESEQUILÍBRIO POSTERIOR DO TRONCO

Resumo:

Contextualização: Não há ainda um consenso acerca da relação entre a flexibilidade de alguns grupos musculares e a postura da pelve e das curvaturas sagitais da coluna vertebral. Objetivo: Comparar o encurtamento de isquiotibiais e flexores do tronco e a postura da coluna vertebral e da pelve entre indivíduos com equilíbrio padrão do tronco e desequilíbrio posterior do tronco. Métodos: 14 indivíduos com equilíbrio padrão do tronco e 15 indivíduos com desequilíbrio posterior do tronco realizaram (1) avaliação das curvaturas torácica e lombar da coluna vertebral, utilizando o flexicurva; (2) avaliação da postura da pelve, utilizando o protocolo DIPA©; (3) avaliação da flexibilidade dos músculos da cadeia posterior, pelo Teste do Banco de Wells; (4) avaliação da flexibilidade dos músculos isquiotibiais, pelo Teste de elevação do membro estendido, e (5) avaliação da flexibilidade dos flexores do tronco, utilizando o flexicurva. Para análise estatística foi utilizado o Teste t independente e o tamanho do efeito. (α=0,05). Resultados: As análises dos dados demonstraram que o grupo com desequilíbrio posterior de tronco apresentou significativamente menor magnitude da curvatura lombar e maior encurtamento dos músculos isquiostibiais que o grupo com equilíbrio padrão do tronco. Conclusão: Esses resultados podem se constituir em uma informação relevante na elaboração das condutas terapêuticas.

Palavras-chave: Maleabilidade, Postura, Equilíbrio postural.

 

Contextualization: There is not yet a consensus about the relation between muscle flexibility and pelvic posture and spine sagittal curvatures. Aim: To compare the hamstrings and trunk flexors shortening and posture of the spine and pelvis between individuals with standard trunk balance and posterior trunk imbalance. Methods: 14 individuals with standard trunk balance and 15 individuals with posterior trunk imbalance performed: (1) assessment of the thoracic and lumbar curvatures, using flexicurve; (2) assessment of pelvic posture, using DIPA© protocol; (3) flexibility evaluation of the posterior chain muscles, by the Wells Bank Test; (4) flexibility evaluation of the hamstring, by the extended limb lift test, and (5) flexibility evaluation of the trunk flexors, using the flexicurve. Statistical analysis was performed using the independent t test and the effect size. (α=0.05). Results: The data analysis showed that the group with posterior trunk imbalance had significantly lower magnitude of the lumbar curvature and higher hamstring shortening than the group with standard trunk balance. Conclusion: The results can constitute a relevant information in the elaboration of the therapeutic conducts.

Key-words: Pliability, Posture, Postural balance.

 

Sobre o Autor

Bruna Nichele da Rosa1, Tássia Silveira Furlanetto2, Cláudia Tarragô Candotti3, Ivan Lopes Braga4, Adriane Vieira3

  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança. Aluna de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano. Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança. Doutora em Ciências do Movimento Humano. Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança. Professora Doutora do Departamento de Fisioterapia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança. Graduado em Fisioterapia. Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.

 

Autor para Correspondência

 

Autor correspondente: Tássia Silveira Furlanetto – Endereço: Rua Albino Paul, 45, Bairro Jardim América – São Leopoldo-RS, E-mail: [email protected], Telefone: (51) 991052266.