×

EDUCAÇÃO EM DOR EM PACIENTES COM LOMBALGIA CRÔNICA INESPECÍFICA: EFEITOS DE UMA INTERVENÇÃO

Edição:

EDUCAÇÃO EM DOR EM PACIENTES COM LOMBALGIA CRÔNICA INESPECÍFICA: EFEITOS DE UMA INTERVENÇÃO

RESUMO

Lombalgia é um sintoma com causa raramente identificada, responsável globalmente por incapacidade. Educação em Dor é uma estratégia que ensina pessoas com dor sobre o processo fisiológico envolvidos em sua experiência. Participaram 30 pacientes diagnosticados com lombalgia crônica iniciando tratamento fisioterapêutico no ambulatório de fisioterapia da prefeitura de São José do Rio Pardo, divididos aleatoriamente em dois grupos: Grupo Controle(GC) (n=17) que realizou 10 sessões de fisioterapia uma vez por semana e Grupo Experimental (GE) (n=13) que realizou 3 aulas de Educação em Dor previamente às 10 sessões de fisioterapia uma vez na semana. As aulas do GE foram individuais, com duração média de 40 minutos. A primeira aula foi realizada previamente ao início do tratamento e última aula realizada no dia de começo do tratamento. Foi utilizado os questionários de Oswestry e Start Back para avaliações e reavaliações. As aulas foram desenvolvidas com informações dos livros Back Book e Explain Plain compostas de recursos visuais, uma peça anatômica da coluna vertebral, cartilhas educacionais e um atlas de anatomia. No questionário de Oswestry houve melhora significativa do GE com diminuição de 42% (Incapacidade Intensa) para 15% (Incapacidade mínima). Houve melhora da função no GC e GE, porém a educação em dor favoreceu melhor resultado do GE (P<0.01), no questionário de Start Back ambos os grupos melhoraram os resultados. A educação em dor resultou na melhora significativa da incapacidade física, introduzir aulas no plano de tratamento mostrou resultados benéficos, sendo uma alternativa válida no manejo de pacientes com dor lombar crônica.

Descritores: Dor Lombar; Fisioterapia; Educação; Questionário.

ABSTRACT

Low back pain is a rarely identified symptom, responsible globally for disability. Education in Pain is a strategy that teaches people with pain the physiological process involved in their experience. Thirty patients diagnosed with chronic low back pain participated in starting physiotherapy treatment at the physiotherapy outpatient clinic of the city of São José do Rio Pardo, divided into two groups: GC (n=17) performed 10 physiotherapy sessions once a week and GE (n=13) who performed 3 classes of Education in Pain previously the 10 sessions of physiotherapy once a week. The GE classes were individual, with duration of 40 minutes. The first class was held prior to the start of treatment and the last class was held on the day the treatment began. Oswestry and Start Back questionnaires were used for evaluations and reassessments. The classes were developed with information from the Back Book and Explain Plain books made up of visuals, an anatomical spine piece, educational booklets and an anatomy atlas. Oswestry questionnaire there was a significant improvement of the GE with a decrease of 42% (Intense Incapacity) to 15% (Minimum disability). There was an improvement of the function in the GC and GE, but the education in pain favored a better result on GE (P <0.01); in the Start Back questionnaire both groups improved. Pain Education resulted in the significant improvement of the physical incapacity, introducing lessons in the treatment plan showed beneficial results, being a valid alternative in the management of patients with chronic low back pain.

Key Words: Low Back Pain; Physiotherapy; Education; Questionnaire.

 

Sobre o Autor:

Rafael Iotti Blasi 1, Carlos Henrique Alves 2, Rafael de Menezes Reis 3, Bruno Cimatti 4

 

1 – Aluno de Iniciação Científica da Universidade Paulista (UNIP) de São José do Rio Pardo.

2 – Fisioterapeuta responsável pelo setor de fisioterapia de São José do Rio Pardo; Prof. Especialista do curso de Fisioterapia da Universidade Paulista (UNIP) de São José do Rio Pardo

3 – Fisioterapeuta; Docente Dr. do curso de Fisioterapia da FACTHUS – Uberaba/MG.

4 – Fisioterapeuta; Docente Dr. do curso de Fisioterapia da Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP.

 

Autor para correspondência:

Rafael Iotti Blasi: Endereço Postal – Rua João Fernandes Vieira, 412. Natal Merli.

São José do Rio Pardo/SP. 13720-000.

[email protected]