×

ESTUDO COMPARATIVO DOS DIFERENTES TIPOS DE CORRENTES EXCITOMOTORA NA PRODUÇÃO DE FORÇA: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Gabriela Cristina Machado1, Francklin Trindade da Silva2, Thiago Domingues Stocco1,3.

1Universidade Santo Amaro, São Paulo, São Paulo, Brasil.

2Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, São Paulo, São Paulo, Brasil.

3Universidade Estadual de Campinas, Campinas, São Paulo, Brasil.

Autor Correspondente

Thiago Domingues Stocco

Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas. Rua Tessália Vieira de Camargo, 126. Cidade Universitária Zeferino Vaz. CEP 13083-887 – Campinas, SP, Brasil

E-mail: [email protected]

Tel: +5511995603951

Edição:

RESUMO

A eletroestimulação vem sendo utilizada há muitos anos na reabilitação de pacientes. Existem as correntes de baixa frequência, moduladas numa frequência entre 1 e 200Hz e as de média frequência, moduladas entre 1.000 e 10.000Hz. Entre essas correntes existe a Estimulação Elétrica funcional (FES) de baixa frequência e a corrente Russa e a Aussie, de média frequência. O objetivo deste estudo é comparar os dados disponíveis na literatura entre as diferentes correntes de baixa e média frequência evidenciando a mais efetiva na produção de força. Trata-se de uma revisão de literatura que compreendeu as bases de dados SCIELO, LILACS, BVS, MEDLINE. Incluídos artigos que comparassem as correntes de baixa e média frequência, sem restrição de língua, de 2008 a 2020, foram utilizados os descritores Eletroestimulação nervosa transcutânea, terapia por estimulação elétrica, força muscular, corrente pulsada e corrente russa, conforme utilizado nos artigos pesquisados. Foram localizados 344 e após análise de resumos restaram 10 artigos que realizavam comparação entre as correntes. Não existe um consenso sobre a efetividade das correntes, sendo que alguns artigos demonstram resultados divergentes quanto à corrente mais eficaz, e outros artigos afirmam que as correntes não possuem diferenças significativas quando comparadas entre si. Em artigos que utilizaram grupo controle, grande parte demonstrou melhora quando associada à eletroestimulação em relação ao grupo que não utilizou. Um outro dado demonstrado nos artigos foi o desconforto, avaliado pela Escala Visual Analógica, que também não demonstrou consistência nos resultados. Não é possível afirmar qual das correntes é mais efetiva por conta da divergência de resultados encontrados.

Palavras-chaves: Eletroestimulação nervosa transcutânea, terapia por estimulação elétrica, força muscular, corrente pulsada, corrente russa.

ABSTRACT

Electrostimulation has been used for many years in the rehabilitation of patients. There are low frequency currents, modulated at a frequency between 1 and 200Hz and medium frequency currents, modulated between 1,000 and 10,000Hz. Among these currents is low frequency functional electrical stimulation (FES) and medium frequency Russian and Aussie current. The aim of this study is to compare the different currents of low and medium frequency showing the most effective in the production of force. This is a literature review that included the databases SCIELO, LILACS, BVS, MEDLINE. Articles comparing low and medium frequency currents without language restriction from 2008 to 2020 were included; Were used the keywords: Transcutaneous nerve electrostimulation, electrical stimulation therapy, muscle strength, pulsed current and russian current, as used in the researched articles. In the literature, 344 articles were found with the title relevant to the subject and correspondence to the descriptors. After analysis of abstracts, there were 10 articles that compared the currents. There is no consensus on the effectiveness of currents, with some articles showing divergent results as to the most effective current, and other articles claim that currents have no significant differences compared to each other. In articles that used a control group, most showed improvement when associated with electrostimulation compared to the group that did not use it. Another data demonstrated in the articles was discomfort, assessed by the Visual Analog Scale, which also did not show consistency in the results. It is not possible to state which of the currents is more effective due to the divergence of results found.

Keywords: Transcutaneous nerve electrostimulation, electrical stimulation therapy, muscle strength, pulsed current, russian current.