×

FATORES ASSOCIADOS AO DESMAME PROLONGADO DA VENTILAÇÃO MECÂNICA EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

Edição:

FATORES ASSOCIADOS AO DESMAME PROLONGADO DA VENTILAÇÃO MECÂNICA EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

RESUMO

O desmame da ventilação mecânica deve ser iniciado quando a causa que contribuiu ao desconforto respiratório esteja em resolução. A ineficácia na retirada desse suporte propicia o paciente ao desmame prolongado. Neste estudo objetivou-se conhecer os fatores associados ao desmame prolongado da ventilação mecânica, analisando-os com o desfecho clínico. Foi realizado uma pesquisa documental, prospectiva de natureza quantitativa, realizada em uma Unidade de Terapia Intensiva de um Hospital Público de Fortaleza, em agosto de 2017 a janeiro de 2018. A população foi composta por pacientes maiores de 18 anos em desmame prolongado da ventilação mecânica. O instrumento utilizado foi um formulário. Utilizou-se análise descritiva e Mann-Whitney Test, com significância de 5% (p<0,05). Foram avaliados 44 prontuários, com média de idade de 61,8 anos sendo 63,6% do sexo feminino. A maioria 30 (68,18%) permaneceu de 10 a 30 dias na unidade de terapia intensiva com 24,0 ± 11,8 de média de dias de ventilação mecânica. A presença de sepse e o uso de drogas vasoativas foram fatores associados ao desmame prolongado. Houve maior incidência de mortalidade naqueles que utilizaram drogas vasoativas. No desfecho clínico, 17 (38,6) pacientes evoluíram ao óbito e 27 (61,4%) alta para enfermaria. Sendo assim, o desmame prolongado da ventilação mecânica está associado a fatores que aumentam o tempo de internação. O conhecimento desses fatores com uma abordagem clínica minuciosa auxilia na otimização do desmame, reduzindo os dias de internação e gastos hospitalares.

Palavras-chave: Respiração Artificial. Desmame do Respirador. Cuidados Críticos. Unidades de Terapia Intensiva. Sepse.

 

ABSTRACT 

The weaning of mechanical ventilation should be started when the cause that contributed to the respiratory discomfort is in resolution. The inefficacy in the removal of this support propitiates the patient to prolonged weaning. This study aimed to know the factors associated with prolonged weaning from mechanical ventilation, analyzing them with the clinical outcome. A quantitative prospective documentary research was performed in an Intensive Care Unit of a Public Hospital in Fortaleza, Brazil, from August 2017 to January 2018. Population comprised of patients over 18 years of age in prolonged weaning from mechanical ventilation. The instrument used was a form. Descriptive analysis and Mann-Whitney Test, with significance of 5% (p <0.05) were used.  There were evaluated 44 medical records, with a mean age of 61.8 years, 63.6% female. The majority (30%) of the patients (68.18%) remained in the intensive care unit for 10 to 30 days with 24.0 ± 11.8 days of mechanical ventilation. The presence of sepsis and the use of vasoactive drugs were factors associated with prolonged weaning. There was a higher incidence of mortality in those who used vasoactive drugs. In the clinical outcome, 17 (38.6) patients evolved to death and 27 (61.4%) were discharged to the ward. Thus, prolonged weaning from mechanical ventilation is associated with factors that increase length of hospital stay. Knowledge of these factors with a thorough clinical approach helps to optimize weaning, reducing hospital stay and hospital costs.

Keywords: Respiration, Artificial. Ventilator Weaning. Critical Care. Intensive Care Units. Sepsis.

 

Sobre o Autor:

Adriane Sampaio Cavalcante1, Rhamon Barroso de Sousa2, Marcus César Silva de Morais3, Christiane Luck Macieira4, Maria Cymara Pessoa Kuehner4, Márcia Cardinalle Correia Viana4 

¹Graduanda de Fisioterapia, Centro Universitário Christus, Fortaleza, Ceará, Brasil

²Médico, Hospital Geral Dr. César Cals, Fortaleza, Ceará, Brasil

³Fisioterapeuta, Hospital Geral Cesar Cals, Fortaleza, Ceará, Brasil

4Fisioterapeuta, Docente do Centro Universitário Christus, Fortaleza, Ceará, Brasil

4Fisioterapeuta, Docente do Centro Universitário Christus, Fortaleza, Ceará, Brasil

4Fisioterapeuta, Docente do Centro Universitário Christus, Fortaleza, Ceará, Brasil

 

Autor Correspondente:

Adriane Sampaio Cavalcante

Endereço: Rua Brás de Francesco 135, Bairro Presidente Kennedy.

Email: [email protected]