×

FORTALECIMENTO MUSCULAR ATRAVÉS DO MÉTODO KAATSU DE TREINAMENTO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA.

Edição:

FORTALECIMENTO MUSCULAR ATRAVÉS DO MÉTODO KAATSU DE TREINAMENTO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA.

RESUMO

O método de treinamento com oclusão parcial do fluxo sanguíneo durante exercícios de baixa intensidade, também conhecido por Método Kaatsu, foi inicialmente utilizado para diminuir a atrofia em casos de imobilização, porém seu emprego combinado ao exercício de fortalecimento está sendo utilizado para o desenvolvimento muscular uma vez que estudos tem demonstrado resultado igual ou superior do treino de exercícios de alta intensidade. Este estudo tem como objetivo analisar se o método de treinamento Kaatsu é eficiente para ganho de hipertrofia muscular na reabilitação fisioterapêutica. Foi realizada uma revisão sistemática da literatura nas bases de dados eletrônicas: PEDro, PubMed e BVS a qual inclui Lilacs, Medline, e Scielo. Foram utilizados os seguintes descritores em ciências da saúde (DeCS): resistance training, therapeutic occlusion e hypertrophy, com uso do operado booleano AND. Foram encontrados um total 3840 artigos, destes 3045 excluídos após a leitura do título e/ou resumo por não serem de interesse para o estudo, além de excluir 29 artigos com publicação anterior a 2012, duplicados, estudos de revisão, relatos de caso, estudos pilotos, estudos aplicados em animais, ou que não atenderam ao critério 1 da Escala de elegibilidade PEDro. Após aplicação dos fatores de exclusão e inclusão restaram 12 artigos inclusos nesta revisão. Em suma, ainda não existe um consenso sobre a utilização, resultados e segurança do Método Kaatsu como técnica para promoção de hipertrofia e fortalecimento muscular e sua aplicação na reabilitação, porém alguns estudos demonstram que os objetivos do treino de hipertrofia podem ser alcançados utilizando-se do Kaatsu.

Palavras-chaves: Treinamento de Resistência. Oclusão terapêutica. Hipertrofia.

 

ABSTRACT

The training method with partial occlusion of the blood flow during exercises of low intensity, also known as Kaatsu method, was firstly used to decrease the atrophy in case of muscle mobilization. However, its application combined with muscle strengthening exercises is being applied for muscle development, once researches show results which are equal or superior to high intensity training. The aim of this study was analyze whether the Kaatsu training method is efficient for gaining of muscle hypertrophy, as well as its safety and applicability for physiotherapeutic rehabilitation. A systematic literature review was realizaed in electronic databases: PEDro, PubMed e BVS that include Lilacs, Medline and Scielo. Were found 3840 papers were found, from them, 3840 were excluded after title and/or abstract reading for not being relevant for this work. 29 papers were excluded for being written before the year 2012, duplicated, being revisions, being case studies, being pilot studies, being animal applied studies or that didn’t meet the PEDro criteria (i.e. their score was less than one in PEDro scale). After of application inclusion and exclusion a citeria, left 12 papers were left for this revision. In conclusion there is no consent regarding the utilization, results and safety of the Kaatsu method as a technique for hypertrophy promotion, muscle strengthening and its application on the rehabilitation, but some researches demonstrate that the goals of the hypetrophy training can be reached by using the Kaatsu method.

Keywords: Resistance training. Therapeutic oclusion. Hypertrophy.

Sobre o Autor:

ANA PAULA MERLO¹, JOÃO VITOR FERLITO 1THIAGO DE MARCHI²

1 Fisioterapeuta graduado pelo Centro Universitário Cenecista de Bento Gonçalves (UNICEC), Rio Grande do Sul, Brasil.

2 Fisioterapeuta e Professor do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Cenecista de Bento Gonçalves (UNICEC), Mestre e Doutor em Biotecnologia pela Universidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil.

Autor correspondente:

João Vitor Ferlito

Rua Arlindo Franklin Barbosa, 460

Bairro São Roque, Bento Gonçalves

E-mail: [email protected]