×

INCIDÊNCIA DE PERDA URINÁRIA EM GESTANTES DA REDE PÚBLICA DE UMA CIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA

Sheila Ricci Vargas¹, Carla Stefanello Zanon²

¹Acadêmica de Fisioterapia da Universidade do Contestado. Concórdia, Santa Catarina, Brasil.

²Fisioterapeuta. Pós-Graduada em Fisioterapia Pélvica. Professora do curso de Fisioterapia da Universidade do Contestado. Concórdia, Santa Catarina, Brasil.

Autor para correspondência:

Sheila Ricci Vargas

E-mail: [email protected]

Concórdia, Santa Catarina.

Edição: ,

RESUMO

Durante o período gestacional a mulher passa por diversas alterações anatômicas e fisiológicas, dentre essas mudanças, as que ocorrem no sistema urinário podem contribuir para o surgimento da incontinência urinária, a qual é definida por qualquer perda involuntária de urina. Á vista disso, a fisioterapia possui um importante papel com métodos de prevenção e tratamento desse distúrbio. O objetivo do estudo foi verificar a incidência da perda urinária em gestantes usuárias do Sistema Único de Saúde de um município do Oeste Catarinense e alguns fatores associado a esses sintomas, como o ganho de peso gestacional adquirido da amostra, em qual trimestre gestacional a maioria das gestantes estavam, se as gestantes eram primigestas ou multigestas, e por fim, correlacionar a perda urinária com gestação única, dupla ou tripla. Tratou-se de uma pesquisa quantitativa. A amostra foi composta por vinte gestantes que fazem uso do Sistema Único de Saúde do referido município. O instrumento de pesquisa utilizado foi a Ficha de Identificação de Fatores de Risco para a incontinência urinária, identificando dados pessoais, perda urinária, fatores obstétricos e fatores antropométricos. O questionário foi aplicado de forma online, através da plataforma Googles Forms no mês de setembro de 2020. A incidência de perda urinária durante a gravidez ocorreu em 35% da amostra estudada. Conclui-se que a perda urinária apesar de não possuir uma taxa elevada, é uma condição comum entre as gestantes, o que documenta a necessidade de uma estratégia para prevenir e tratar a incontinência urinária nesse período.

Palavras-chave: Gravidez, Incontinência Urinária, Fisioterapia.